quarta-feira, 12 de setembro de 2007

Economicamente injustificável

(clicar na imagem para ampliar)


No SOL de 8 de Setembro saiu esta nota sobre vandalismo de onde é possível concluir que os 21 radares terão custado, de acordo com o preço unitário indicado, qualquer coisa como 1.700.000 euros, e concerteza que vão ter um custo elevado de manutenção.

Fico horrorizado quando penso que por exemplo na Infante D. Henrique, para tentar assegurar o cumprimento dos 50 km/h em 100 metros dos seus 10 km, a Câmara de Lisboa dispendeu 160.000 euros pelo menos.

Trata-se de gestão ruinosa.

2 comentários:

Acolito disse...

Isto há cada maluco!
Do que estes maus politicos sao capazes para fazer cumprir a lei.
Bom bom era que deixassem de gastar dinheiro em porcarias como as forças de segurança, os tribunais, etc etc
Gestão ruinosa!

João disse...

Palpita-me que o acolito é o dono da MICOTEC