terça-feira, 16 de outubro de 2007

Os "street racers" como pretexto

SOL
14 de Outubro 2007






A Câmara de Lisboa aprovou hoje por unanimidade uma moção que defende «apertada fiscalização» da PSP para combater as corridas de automóvel ilegais (street racing) que começaram a realizar-se no recém inaugurado último troço do Eixo Norte-Sul.

A moção, proposta pelo movimento Cidadãos por Lisboa, propõe «não só uma apertada fiscalização desta via por parte da PSP, como a instalação urgente de medidas de controlo e abrandamento de velocidade em permanência», divulgou o gabinete municipal daquele movimento.
Segundo os vereadores Helena Roseta e Manuel João Ramos, desde que foi inaugurado o último troço do Eixo Norte-Sul, na quarta-feira, a via começou a «a atrair os chamados 'street racers', especialmente na zona do viaduto sobre o Lumiar».

____________________________________


Com pretexto nos "street racers" os fundamentalistas do costume preparam-se para "empatar" a generalidade dos cidadãos, que não têm nada a ver com o assunto, talvez com mais uns quantos radares. Os "street racers", esses, mudam de local e continuarão impunemente as suas corridas.

2 comentários:

Cájó disse...

Isto é mesmo um pretexto escandaloso.
O Eixo N/S abriu há poucos dias por isso é impossível afirmar que se trata de local de corridas.
Quando muito verificou-se um caso esporádico.

Os tótós da câmara são completamente baratinados pelo Manuel João Ramos que sabe mais a dormir do que eles acordados...

Julio Costa disse...

Esta não lembra ao diabo...